9 de março de 2012

Lázaro Ramos, Taís Araújo, Emanuelle Araújo e Vladimir Brichta

Os baianos Taís Araújo, Lázaro Ramos e Emanuelle Araújo fizeram questão de prestigiar a peça "Dolly", no teatro Poeirinha, em Botafogo, no Rio de Janeiro, na noite da última quinta-feira (8). Além deles, Paula Burlamaqui, Marieta Severo, Maria Zilda Bethlem, Adriana Esteves e Vladimir Brichta também prestigiaram o espetáculo. As informações são da Quem Online.


Fonte: Globo.com

27 de fevereiro de 2012

O espetáculo “Namíbia, Não!”, com direção de Lázaro Ramos, é a atração do Domingo no TCA

Apresentação especial acontece no dia do aniversário do Teatro Castro Alves.

O projeto Domingo no TCA comemora os 45 anos de inauguração do Teatro Castro Alves trazendo para o público o espetáculo “Namíbia, Não!”, primeira montagem dirigida pelo consagrado ator baiano Lázaro Ramos. No palco, Aldri Anunciação, que também assina o texto, e Flávio Bauraqui. A apresentação será no próximo dia 4 de março, na Sala Principal do TCA, às 11 horas, com ingressos a R$ 1,00 (inteira) e R
$ 0,50 (meia), vendidos no mesmo dia, a partir das 9 horas, com acesso imediato do público. O projeto integra a programação do mês do teatro no TCA que ainda apresenta a temporada de La Ronde, com direção de Harildo Déda e grande elenco, na Sala do Coro e os espetáculos Pterodátilos, com Marco Nanini (09 e 10/03) e A lua vem da Ásia, com Chico Diaz (24 e 25/03), ambos na Sala Principal.



“Namíbia, Não!” foi um dos maiores sucessos da temporada teatral da Bahia no ano passado. A estreia da peça aconteceu em março de 2011, na Sala do Coro do TCA. Foram também realizadas três apresentações no Rio de Janeiro, lotando todas as sessões no Oi Futuro Ipanema. Com humor provocante e crítica social em torno da segregação racial, a peça recebeu três indicações ao Prêmio Braskem 2011 (Melhor Texto, Melhor Direção e Melhor Espetáculo). Além disso, foi selecionada para o 21º Festival de Teatro de Curitiba, em abril próximo, como o único representante baiano na Mostra Oficial do evento paranaense.

Fonte: Cultura BA

5 de dezembro de 2011

Lázaro Ramos e Taís Araujo aplaudem musical, no Rio

O casal conferiu o musical Tim Maia, estrelado por Tiago Abravanel

Deixar o pequeno João Vicente em casa, somente por uma boa causa. E foi isso o que motivou Lázaro Ramos e Taís Araújo a irem ao Teatro Oi Casagrande, no Leblon, na Zona Sul do Rio, na noite de sábado (3).

O casal assistiu ao espetáculo Tim Maia Vale Tudo - O Musical, maior sucesso de público da temporada.

Protagonizado por Thiago Abravanel, o espetáculo foi aplaudido por Paola Oliveira, Marieta Severo e o marido, Aderbal Freire Filho e Andreia Beltrão.

Galeria



Texto: O Fuxico
Fotos: IG e Quem

4 de dezembro de 2011

O jeito baiano e irreverente de Lázaro Ramos




Depois de atuar em 20 filmes, o ator interpreta um anestesista que não tem tempo para a família, em 'Amanhã nunca mais'. Lázaro, que hoje é embaixador do Unicef, fala sobre sua carreira e do seu jeito baiano que faz questão de destacar.

  • Fonte: Almanaque

2 de dezembro de 2011

Juntinhos, Taís Araújo e Lázaro Ramos curtem show do Exaltasamba no Rio

Carolina Dieckman e Regina Casé também estiveram no Citibank Hall

Na noite desta quinta-feira (01), Taís Araújo e Lázaro Ramos aproveitaram juntinhos o show do grupo Exaltasamba, no Citibank Hall, no Rio de Janeiro. O casal se junto a Carolina Dieckmann e Regina Casé, que estavam acompanhadas de seus maridos, Tiago Worcman e Estevão Ciavatta, e aproveitaram o show de Thiaguinho e companhia.

Os casais ficaram juntos em uma única mesa e cantaram os sucessos do grupo de pagode muito animados. Quem também estava por lá e não deixou de conferir o show do namorado, foi a atriz Fernanda Souza, que posou ao lado de Carolina, Taís, Lázaro e Regina e de toda a banda para os fotógrafos.



Fonte: Contigo!

30 de novembro de 2011

Lázaro Ramos já atuou em 20 filmes e não perde o jeito baiano

No filme “Amanhã nunca mais”, ele vive um anestesista que não tem tempo para a família. Não perca o Almanaque, na madrugada deste sábado (3) para domingo, às 0h05.


Lázaro Ramos não perde o jeito baiano e faz questão disso. Ele estará no Almanaque do próximo sábado (3), conversando com Mônica Sanches, na Globo News. Ele já atuou em 20 filmes. No primeiro papel como protagonista, interpretou um mito da malandragem carioca - Madame Satã. Em 2009, Lázaro foi nomeado embaixador do Unicef.

O pai de João Vicente, de 6 meses, tem falado bastante sobre a participação dos pais na rotina das crianças. No filme “Amanhã nunca mais”, ele vive justamente um anestesista que não tem tempo para a família. Mas, na vida real, Lázaro também conseguiu acumular mais uma função: a de diretor da peça "Namíbia, não!"
O Trambiqueiro Foguinho, de Cobras e Lagartos, em 2007, fez Lázaro Ramos ganhar a simpatia do público em todo o país. O trabalho rendeu uma indicação ao prêmio Emmy, na categoria de melhor ator. A carreira de Lázaro começou há 17anos, no bando de teatro Olodum, de Salvador. Depois, veio o sucesso, com a peça A Máquina, de João Falcão. Não perca o Almanaque, na madrugada deste sábado (3) para domingo, às 0h05.

Fonte: G1

29 de novembro de 2011

Dia Mundial de Solidariedade: o futebol na Palestina sob ocupação


No dia Internacional de Solidariedade à Palestina, emocione-se com o documentário brasileiro “Campo da Paz” sobre as dificuldades do futebol no país sob ocupação. O filme entrevista jogadores, técnicos e dirigentes do futebol Palestino e mostra a formação de uma seleção de garotos de 13 a 17 para representar, simbolicamente, a Palestina na Copa do Mundo de Futebol no Brasil em 2014. A narração é de Lázaro Ramos.

Com imagens belíssimas do país e flashes de uma nítida paixão pelo futebol, o trailer comove pela sua sensibilidade e delicadeza.

“Os fuzis estão voltados para nós e nós respondemos com mensagens de amor e paz para o mundo. Jogamos com a bola que rola sem conhecer barreiras que a façam parar. Ela está sempre rodando e nós estaremos sempre a acompanhando. Que essa bola transmita amizade e paz para os campos de todas as nações”, poetisa Rukaya Taktori, dirigente da seleção feminina de futebol.

Ao final do vídeo, um senhor simpático chama Maradona de “tolo”. Não se sabe ao certo porque um ídolo do futebol mundial, eterno defensor do socialismo e da Palestina, recebe a crítica, mesmo que de maneiras bem humorada. Certo é que tolice ou loucura não marcam gols no campo da paz.

A TV Vermelho agradece a dica deste vídeo a Rubens Diniz, do Cebrapaz. Colabore você também enviando suas dicas de vídeo para tvvermelho@vermelho.org.br.

Ficha técnica:
Campo da Paz
Roteiro e Direção: Gilmar Rodrigues
Produção: Bettine Silveira
Coordenação de Produção: Hasan Zarif
Direção de Fotografia: Ding Musa
Montagem: Thiago Andries
Narração: Lázaro Ramos
Trilha: BNegão e Rodrigues
Edição de Som: Filipe Pires e Rocha Estúdio.

Fonte: Correio do Brasil